Imprimir

CORTEJO AFRO

Bloco Cortejo Afro 2020

No carnaval 2020 o Cortejo Afro apresenta o tema “Oxumarê” para falar sobre mobilidade, diversidade, riquezas, beleza, amor e tolerância. OXUMARÊ representa os ciclos da terra, as mudanças, as cores, o arco íris, é o orixá da ligação, representado pela cobra na terra (Dan) e vem do Reino de Daomé. Com esse enredo o Cortejo Afro encherá de cores e alegrias as ruas e avenidas do carnaval de Salvador.  O Bloco desfila sexta-feira (21/02) no Circuito Avenida, e domingo e segunda-feira (23 e 24/02) no Circuito Barra – Ondina.

Banda Cortejo Afro pela animação, fazendo o público cantar, dançar e se divertir. O Bloco Cortejo Afro contará com a participação de 1.500 foliões; a bateria será composta por percussionistas, dos quais alguns vêm da Europa exclusivamente para tocar com o Cortejo Afro; ala composta por 100 senhoras da 3ª idade; ala de dança, e ala de baianas tradicionais.

O Bloco Cortejo Afro foi criado em 02 de julho de 1998, na comunidade de Pirajá. Sua origem, dentro dos limites de um terreiro de candomblé, o Ilê Axé Oiá, sob a inspiração e orientação espiritual da Yalorixá Anizia da Rocha Pitta, Mãe Santinha, atesta toda a sua identidade, autenticidade e força.

Foi idealizado pelo artista plástico Alberto Pitta, que há mais de 30 anos desenvolve trabalhos ligados à estética e cultura africana. A intenção de Pitta é resgatar as cores, sons e ritmos do carnaval, que em sua opinião “o tempo se encarregou de apagar, tornando a maior festa popular do mundo, numa pasta só”. Daí a introdução predominantemente do branco sobre branco, o azul e prata que são cores de Oxalá. Já os grandes sombreiros, segundo Pitta, “visam passar o visual dos reinados das tribos africanas, especialmente de Benin, Costa do Marfim, dentre outros países africanos”.

O Bloco transmite alto astral através de suas músicas e coreografias ricas em movimentos ligados a influência negro-mestiça e das roupas exuberantes, que já lhe redeu premiações, de Melhor Fantasia de Bloco Afro pelo Troféu Dodô e Osmar.

Gilberto Gil, Arto Lindsay, Caetano Veloso, Preta Gil, Davi Moraes, Gerônimo, a cantora islandesa Björk, Elen Olléria, Paula Lima e Dog Murras, além de participar dos tradicionais Ensaios do Cortejo Afro, no Centro Histórico de Salvador, também fizeram participações nos Carnavais, junto com o Cortejo Afro em cima do trio elétrico.

Fantasia: Única para os 3 dias. Modelo Unissex.

Programação:

21/02 (sexta-feira) – Concentração 21h – Corredor da Vitória;

23/02 (domingo) – Concentração 21h – Farol da Barra;

24/02 (segunda-feira) – Concentração 21h – Farol da Barra.

 

Empresa produtora responsável pelo desfile do bloco:
Entidade Cultural Cortejo Afro

Vídeos

Vídeos

Fotos